X
X

Descarregue a aplicação

Turismo Militar

Associação | Presidente

Portugal é, sem dúvida, detentor de uma vasta história de grandeza. Sendo um dos países mais antigos do mundo, várias vezes teve de se impor e, em alguns casos, transpor barreiras. Para atingir tamanhos feitos, foi inquestionável o contributo das Forças Armadas Portuguesas e as suas infraestruturas.

Consciente da importância histórica e cultural do património militar nacional, a Associação do Turismo Militar Português (ATMP), uma instituição privada de âmbito nacional, compromete-se a trabalhar com o intuito de fomentar o turismo militar em Portugal, promovendo o envolvimento local e valorizando e preservando esse mesmo património.

A aplicação Turismo Militar, desenvolvida pela ATMP, é prova disso mesmo: um guia turístico virtual que identifica e destaca roteiros de inegável importância histórica, cultural e militar em diversas regiões do país. Para o efeito, elaborámos um conjunto de roteiros que contribuem para a divulgação e promoção de inúmeros espaços, guras e eventos que têm uma forte ligação à história e tradição militares de Portugal.

Com esta e outras iniciativas, pretende a ATMP contribuir para a requalificação e divulgação do nosso secular património militar, indissociável da nossa História. Além disso, e através da colaboração de diversos parceiros locais – designadamente ao nível das Câmaras Municipais, das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional, bem como de vários operadores turísticos –, pretendemos desenvolver uma estratégia que envolva a população e garanta a dinamização e requali cação das regiões e equipamentos.

Por tudo isto, prometemos encarar o desafio que este projeto representa com o maior empenho e profissionalismo.

O Presidente,
Álvaro Covões

Associação | Secretário-Geral

Ao considerarmos e ao defendermos que a Inteligência, a Sustentabilidade e a Inclusão são três das principais prioridades para o desenvolvimento global, tal como é identificado na orientação estratégica da Comissão Europeia para o contexto da Europa 2020, o Turismo Militar e o seu processo de implementação no território nacional faz-nos cada vez mais sentido. 

O Património material e imaterial – ao deter uma função infindável e com impactos positivos vastíssimos, aliado à nossa História ímpar – que se atravessa aos “quatro cantos” do Mundo, operacionalizada de forma assertiva no contexto da atividade turística, pode e deve ser estruturado como um atrativo a quem nos visita e como um impulso e reforço para o desenvolvimento nacional.

Importa recordar que os princípios e as atividades que são atualmente associadas à operação do Turismo Militar não são novidade em muitas das memórias dos portugueses. Muitas foram as ações de entretenimento e de lazer, de cariz histórico-militar, que animaram e dinamizaram muitos centros históricos, monumentos classificados e não classificados, entre outros, e que resplandeceram nas programações culturais dos municípios… pelo menos desde os primórdios do século XX. Agora, atendendo às características do setor, às exigências dos mercados internacionais e após reconhecer a potencialidade desta bem-aventurada articulação entre o Património, a História e o Turismo, há que estruturar, concertar e potenciar essa singular oferta.  

A Associação de Turismo Militar Português (ATMPT), composta por um conjunto de honrosos associados e munida de uma rede de parceiros estratégicos, pretende, assim, participar na formalização e operacionalização de uma estratégia integradora que vise potenciar e beneficiar os territórios, as comunidades e os agentes envolvidos, direta e indiretamente, no Turismo Militar. 

Agradecemos, assim, a todos aqueles em que nós já confiam e damos as boas vindas a quem connosco quiser embarcar neste meritório desafio. 

O Secretário-Geral,
João Pinto Coelho

Associação | Missão

Missão

Em 2014, demos o nome de Turismo Militar à querença de instruir os turistas, nacionais ou estrangeiros, sobre o património histórico e cultural do país, em termos militares.

A Associação de Turismo Militar Português é de âmbito nacional e tem como missão o desenvolvimento do turismo militar em Portugal, a promoção, divulgação e preservação do património histórico e militar português.

De acordo com a Lei Orgânica 6/2015, de 18 de maio, estão identificados cerca de 220 imóveis afetos à defesa Nacional, distribuídos por 56 municípios diferentes, que se encontram disponíveis para serem rentabilizados. O que o conceito do Turismo Militar quer fazer é, portanto, aproveitar este conjunto de infraestruturas e espaços com história, mantendo uma forte ligação à tradição e cultura das Forças Armadas Portuguesas, e desenvolver estratégias de interação com a população civil que permitam a requali cação daqueles espaços e que valorizem aquilo que eles representam para o país.

Associação | Organograma

Organograma

Associação | Parceiros

Parceiros

A Associação de Turismo Militar pode participar, criar, gerir projetos ou equipamentos de interesse turístico, por si, por concessão a terceiros ou em associação com outras entidades.

O projeto prevê o envolvimento de parceiros locais, Câmaras Municipais, Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), operadores turísticos, hotéis, restaurantes, entre outras entidades que tenham intervenção na economia das regiões de cada roteiro.

O Selo Turismo Militar é uma imagem identificativa dos estabelecimentos que integram, ou apoiam, o projeto Turismo Militar. Todos os parceiros a quem for reconhecida a qualidade do serviço que prestam cam desde logo referenciados na app Turismo Militar, na área “Aqui Perto”.

Associação | Legislação

Developed by DDDD produções