Quartel da Cultura


registo | recuperar

Quartel da Cultura

Com o intuito de desenvolver o turismo e a cultura, bem como de rentabilizar infraestruturas militares, a Associação do Turismo Militar Português procura manter viva a História de diferentes espaços nacionais.

O Quartel da Cultura, projeto de cariz artístico e cultural passível de ser reaplicado em diferentes espaços nacionais, visa adaptar estruturas histórico-militares onde estudantes, artistas e freelancers, entre outros, possam trabalhar e expor as suas obras e onde turistas e não só, possam saber mais sobre a história local e nacional. Essas estruturas não só manterão a mesma identidade, como serão o mote para o fortalecimento da ligação do espaço à memória do seu percurso operacional.

O projeto-piloto do Quartel da Cultura foi concebido, através da realização de diferentes estudos necessários para o efeito, apresentando o Regimento de Lanceiros Nº 2 como espaço privilegiado e detentor de um enorme potencial para o efeito. Desta forma, em sentido lato, o projeto apresenta que:

A ATMPT reúne condições para transformar o Quartel existente num espaço cultural de interesse para o Turismo, com condições especiais para militares e familiares. Para esse efeito, os edifícios e os exteriores serão transformados em locais de turismo, de cultura e de desporto.

A estrutura encontra-se projetada para contar com uma equipa de segurança especializada, e ainda com um vasto conjunto de técnicos, oferecendo vários espaços para ensaios, para espetáculos, para exposições, para mercados, para co-working e co-studying, e ainda para a prática desportiva.

A título de exemplo, no perímetro da Parada Marechal Carmona, com uma vista extraordinária sobre o Tejo e a Ponte 25 de Abril, estarão disponíveis diferentes espaços de restauração. Para além disso, como forma de promover o comércio cultural, existirão galerias de arte, lojas de artigos de música, de dança e de teatro, e também oficinas de artesanato.

De destacar ainda a existência de uma residência para estudantes com 40 quartos duplos e 16 camaratas.

O projeto encontra-se pronto para ser operacionalizado.