Turismo Militar enquanto atrativo na dinamização do território


registo | recuperar

Turismo Militar enquanto atrativo na dinamização do território

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

À conversa com o Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere

Banhado pelo rio Zêzere, repleto de praias fluviais deslumbrantes, serras e vales verdejantes, o Município de Ferreira do Zêzere “esconde” locais de beleza natural que não ficam indiferente aos olhos de quem os visita. A “Península Encantada” de Dornes é um deles.

Jacinto Lopes, Presidente da Câmara Municipal (CM) de Ferreira do Zêzere (Figura 1), esteve à conversa com a Associação de Turismo Militar Português (ATMPT) e mostrou que o Turismo Militar, aliado a outras vertentes do Turismo, pode ser um grande atrativo para o desenvolvimento da região.

O grande polo de atração do território de Ferreira do Zêzere, no que diz respeito à História e Turismo Militar é a Torre pentagonal da Vila de Dornes (Figura 2), do século XII – onde é possível abordar o tema dos Templários e da Reconquista Cristã na linha de defesa do Tejo. Trata-se de uma atalaia defensiva, exemplar único de arquitetura militar românica, transformada em torre sineira no século XVI (Figura 3).

Quanto à visitação deste “(…) ícone militar (…)”, afirma Jacinto Lopes, o Município pretende dinamizar o espaço, uma vez que o interior ainda se encontra indisponível. O Presidente da CM de Ferreira do Zêzere refere, ainda, que estão “(…) a elaborar um projeto e programa de requalificação em parceria com a paróquia, para que seja possível criar um miradouro e um núcleo interpretativo templário”, com respetiva sinalética e informação necessária para que este “pedaço de património” contribua para o enriquecimento turístico da região.

No que diz respeito a outras temáticas, o Presidente da CM de Ferreira do Zêzere espera desenvolver no futuro a questão das invasões francesas, assim como, explorar a questão da participação de militares locais na Primeira Guerra Mundial e na Guerra Colonial. Jacinto Lopes, sublinha, ainda, a importância do trabalho desenvolvido em parceria com a ATMPT para impulsionar o Turismo Militar na região através destas temáticas.

O Presidente da CM de Ferreira do Zêzere acredita que o Turismo Militar assumirá um papel preponderante na atração de novos públicos e na dinamização turística da região, em especial destaque para Dornes (Figura 4), que já se congratula pelos fluxos turísticos associados às vertentes religiosa, náutica e paisagística do turismo.

Após a vitória do prémio 7 Maravilhas de Portugal – Aldeias, em 2017, o Município de Ferreira do Zêzere registou um aumento significativo de visitas a Dornes com interesse pela temática Templária, também pela proximidade com a cidade de Tomar e do Convento de Cristo. O principal interesse dos visitantes prende-se com a arquitetura militar da Torre, pela sua principal característica, o formato pentagonal (cinco faces) e a magnífica localização, no centro da pequena península de Dornes, rodeada pelo rio Zêzere (Figura 5). Jacinto Lopes refere, ainda, que “É nesta vertente que pretendemos dinamizar este espaço criando mais atratividade e o acesso ao seu interior, assim como explorar e potenciar a história e lendas desta região”, não esquecendo a importância do património imaterial e do storytelling para o desenvolvimento do Turismo Militar neste território.

Em termos de salvaguarda e preservação do património material, a Torre pentagonal de Dornes está classificada como Imóvel de Interesse Público (Figura 6). O Presidente da CM de Ferreira do Zêzere afirma que têm “(…) feito algumas candidaturas a linhas de apoio” e que atualmente foi apresentada uma candidatura “(…) à linha Valorizar/Turismo de Portugal (…)”.

Por fim, Jacinto Lopes demonstra a importância da parceria com a ATMPT na dinamização do Município no que diz respeito ao Turismo Militar e do trabalho conjunto, e em rede, que todos temos pela frente.

A ATMPT convida-o a descobrir Ferreira do Zêzere e a apaixonar-se pela beleza e encanto da histórica Vila de Dornes. Faça parte da História de Portugal.