Turismo Militar, uma das principais apostas locais


registo | recuperar

Turismo Militar, uma das principais apostas locais

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

{titulo}

À conversa com a Presidente da Câmara Municipal de Tomar

Sede da Ordem do Templo em Portugal e com uma importante participação na fundação da nacionalidade, Tomar é palco do misticismo em torno dos cavaleiros templários e conhecida pelo seu riquíssimo património cultural. Do Castelo Templário à Mata dos Sete Montes, do Convento de Cristo ao Aqueduto dos Pegões, da Charola à Janela do Capítulo, da Igreja de Santa Maria dos Olivais à Sinagoga de Tomar, encontramos um mundo repleto de história, emoção e identidade, pronto para ser descoberto.

Anabela Freitas, Presidente da Câmara Municipal de Tomar (Figura 1), conversou com a Associação de Turismo Militar Português (ATMPT) sobre a aposta que têm feito no Turismo Militar e a estratégia adotada pelo Município na salvaguarda e promoção do património histórico-militar do território.  

A forte presença da marca templária em Tomar, no património material e imaterial do concelho, faz desta temática uma das principais apostas do Município, que trabalha “(…) diariamente na afirmação e qualificação do produto Templários (…)” afirma a Presidente da CM de Tomar. Anabela Freitas reforça, ainda, a importância de Tomar em vários períodos da História de Portugal: “(…) Desde o paleolítico superior, passando pelos romanos e visigodos, continuando pela Ordem do Templo e pela posterior Ordem de Cristo, o encontro das tropas para a Batalha de Aljubarrota (Capela de São Lourenço – Figura 2), a presença da comunidade judaica, o desenho da estratégia dos Descobrimentos, o domínio Filipino, as invasões Francesas e as Guerras Liberais, a Grande Guerra (Soldado Desconhecido – Figura 3), a Guerra Colonial e atuais missões internacionais de apoio à paz, de forma associada à atividade do Regimento de Infantaria 15, entre outras referências, a cidade de Tomar foi um dos principais palcos nacionais de diferentes acontecimentos histórico-militares.”

No que diz respeito às experiências que o Município proporciona aos visitantes no contexto do turismo militar, a Presidente da CM de Tomar evidencia as diversas manifestações culturais e a realização de eventos que o município realiza em parceria com os diferentes agentes do território, públicos ou privados. Neste sentido, destaque para a aposta na realização da Festa Templária (Figuras 4 e 5), um evento anual com uma programação dinâmica, organizado em conjunto com os parceiros e a comunidade. Anabela Freitas sublinha, também, “(…) a enorme importância do Convento de Cristo (Figura 6), quer na sua dimensão monumental enquanto Património da Humanidade, como mais especificamente através da própria história que o monumento conta do país e das nossas gentes.”

Para o Município de Tomar, o Turismo Militar tem sido uma das principais apostas locais e já faz parte da realidade turística do concelho, contribuindo para o desenvolvimento do turismo da região. Quanto à atração de novos públicos, Anabela Freitas acredita que “(…) O Turismo Militar e o modelo de produto em que assenta, tanto pelo seu foco em atividades ao ar livre, pela sua transversalidade, como pelo habitual consumo por grupos reduzidos de pessoas, pode eventualmente a vir a ser mais uma solução eficiente para os constrangimentos que poderão continuar a existir, a curto-médio prazo, no contexto da pandemia vigente.”

Quanto aos visitantes que procuram Tomar, é percetível o entusiamo pela temática dos templários e o interesse pelas Ordens do Templo e de Cristo. Neste contexto, o Município de Tomar tem apostado numa programação turística e cultural em torno deste tema, tal como, os agentes locais que disponibilizam uma oferta diversificada, de experiências culturais, gastronómicas, de aventura e lazer, em torno da história local e nacional, e um conjunto de marcas de produtos locais associados à temática templária. Anabela Freitas enfatiza que “(…) o consequente sucesso dos mesmos (experiências e produtos), comprovam a realidade do potencial e transversalidade do Turismo Militar e da sua efetiva procura.”  

A salvaguarda e a promoção do património histórico-militar têm sido uma das preocupações do Município de Tomar e fazem parte de uma estratégia a curto prazo para o desenvolvimento turístico e cultural do concelho, “(…) nomeadamente para a organização e disponibilização ao público de núcleos museológicos e centros de interpretação (…)”. A Presidente da CM de Tomar assinala, ainda, que “A atual preocupação do município passa por estruturar a oferta existente no território e, simultaneamente, contribuir na capacitação dos agentes locais e da comunidade para o potencial económico, cultural e social da relação entre o património e a atividade turística.”

Recentemente, o Município de Tomar assumiu a presidência da Federação Europeia da Rota dos Templários (triénio 2021-2023) que coloca Tomar no panorama internacional.

Para além de ser a atual sede da ATMPT, Tomar acolhe um conjunto de associações que trabalham estas temáticas, como a Thomar Honoris, a Templ´Anima e a Ordem dos Pobres Cavaleiros do Templo de Jerusalém, promovendo uma dinâmica de proximidade entre os diferentes setores e a comunidade, contribuindo para o bem-estar geral e para a qualificação turística do município. Não obstante, Tomar conta com excelentes estabelecimentos de ensino locais que têm igualmente contribuído para a otimização desta oferta. 

Quanto ao futuro, pode-se dizer que um dos atuais focos passa pela consolidação da marca “Templários” na região do Médio Tejo. Importa referir o trabalho desenvolvido com a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, na estruturação da Rota dos Templários entre diferentes municípios e na criação de bases para a promoção e divulgação turística das fortificações existentes na região. Ainda em 2021, Tomar pretender inaugurar o Centro Interpretativo de Tomar e dos Templários, que será (…) uma porta de entrada interativa a quem visita o município, repleta de conteúdos histórico-militares”, enfatiza a Presidente da CM de Tomar.

Aproveite e venha visitar Tomar. A ATMPT convida-o a perder-se nos encantos deste magnífico território. Faça parte da História de Portugal.