D. Manuel I


registo | recuperar

D. Manuel I

Adicionar ao meu Roteiro


Tipologias: Personagens Array

Descrição

Reinou Portugal durante o período mais produtivo d’Os Descobrimentos (1495-1521), o que lhe valeu o cognome de “O Bem-Aventurado”, herdando as explorações marítimas já iniciadas pelos seus antecessores e que começavam agora a dar frutos.   Capitalizou a riqueza conseguida com as novas rotas comerciais e erigiu vários edifícios reais, posteriormente agregados sobre a classificação comum de “estilo manuelino”.

Manuel I (Alcochete, 31 de maio de 1469 – Lisboa, 13 de dezembro de 1521), apelidado de "o Afortunado","O Venturoso" e "o Bem-Aventurado", foi o Rei de Portugal e Algarves de 1495 até à sua morte. Era o filho mais novo do infante Fernando, Duque de Viseu filho do rei Duarte I, e sua esposa a infanta Beatriz de Portugal, neta do rei João I. Manuel ascendeu ao trono após a morte de seu primo o rei João II, que não tinha herdeiros legítimos e o nomeou como seu sucessor. Na realidade, foi o único a subir ao trono sem ser parente em primeiro grau ou descendente do antecessor. Para a sua coroação beneficiou da morte de todos os seis pretendentes que sobre ele teriam prioridade, inclusive do filho do Rei.

Prosseguiu as explorações portuguesas iniciadas pelos seus antecessores, o que levou à descoberta do caminho marítimo para a Índia, do Brasil e das ambicionadas "ilhas das especiarias", as Molucas, determinantes para a expansão do império português. Foi o primeiro rei a assumir o título de Senhor do Comércio, da Conquista e da Navegação da Arábia, Pérsia e Índia. Em 1521, promulgou uma revisão da legislação conhecida como Ordenações Manuelinas, que divulgou com ajuda da recente imprensa. No seu reinado, apesar da sua resistência inicial, cumprindo as cláusulas do seu casamento com Dona Maria de Aragão, viria a solicitar ao papa em 1515 a instalação da inquisição em Portugal, o que só viria a ser concedido no reinado seguinte, perante novo pedido de D. João III. Com a prosperidade resultante do comércio, em particular o de especiarias, realizou numerosas obras cujo estilo arquitectónico ficou conhecido como manuelino.

Fonte: Wikipedia

Aqui perto

Onde Comer

Quinta da Aldeia Barreira

(0 km)

O Moleiro

(0 km)

Restaurante Rosa

(0 km)

E-Legal

(0 km)

Apolo 80

(0 km)

Quinta das Grotas

(0 km)

Costa do Sol

(0 km)